Sobre Meus Pais

  Hoje eu resolvi falar sobre a minha vida, ou melhor sobre quem me deu ela....Os meus pais, que não tive o privilégio de conhecer, pois eles faleceram quando eu tinha 4 anos.
  O meu pai era casado e teve a minha irmã, mas quando ela tinha uns 3 anos a mãe dela faleceu, e meu pai se casou com a minha mãe, (isso explica por que a minha irmã é loira de olhos verdes) e foi a ela quem a criou....alguns anos depois nasceu o meu irmão, e 11 anos depois a minha mãe descobriu que estava grávida de mim,  minha irmã disse que ela queria muito uma filha, mas não naquele momento, no começo ela não gostou muito da idéia de estar grávida, mas depois adorou e quando soube que era uma menina então....
   Eu era a menininha do pai, a arteira da mãe, nos vídeos caseiros que o marido da minha irmã fazia, eu sempre estava com eles, meu pai ficava me paparicando e minha mãe me levava pra todo lugar...
   Meu pai dirigia um caminhão, não sei muito bem o que fazia, mas eu adorava quando via aquele caminhão “gigante chegando”.
   Minha mãe era dona-de-casa e fazia tudo quanto é artesanato, e todas as imagens que tenho dela guardadas na minha memória  é fazendo alguma “arte”... Minha mãe era linda, descendente de índia, cabelos negros (que meu irmão herdou), já meu pai era um galegão, descendente de Italiano...eles eram pessoas simples e humildes, que levavam a vida...
   Faleceram quase na mesma época, minha mãe em janeiro e meu pai em abril, meus irmãos dizem que meu pai morreu de amor, pois minha mãe era tudo para ele...
   Não os conheci, tenho poucas lembranças, mas todos dizem que me pareço muito com  ela, teve um dia que minha irmã chegou do serviço e eu estava sentada no sofá fazendo crochê, ela disse que viu minha mãe em mim, o meu jeito se sentar e puxar a linha...Ela diz  eu sou curiosa, e arteira igual a mãe era, até o jeito do meu olho, das minhas mãos e dos meus pés são parecidos...Lembro mais da minha mãe, do meu pai muito pouco, ele trabalhava muito, deve ser por isso...
    E  quando eles se foram eu e meu irmão, que na época tinha uns 15 anos, fomos morar com a minha irmã, meu cunhado e meu sobrinho recém-nascido...minha irmã foi minha mãe também e tudo que sou hoje foi graças a ela....
   Meus pais eram pessoas ótimas, e eu herdei muito deles, todas as pessoas os adoravam, e minha mãe era uma mulher que ia tomar café com as vizinhas toda manhã, uma mulher independente que fazia as coisas sozinhas e não deixava nada para depois...
   No dia do meu chá de cozinha, uma vizinha minha chorou no fim e disse que era por que ela lembrou de quando ela foi tomar café com a minha mãe e ela disse que estava grávida, e quando fizeram para ela um chá de bebê, a reação dela ao abrir os presentes era igual a minha, anos depois....
   As vezes perguntam se eu não sinto saudade deles, eu digo que não pois não os conheci, e minha mãe mesmo, que me criou é minha irmã, e se ela se for eu vou sofrer muito...
   Por isso que tudo que eu faço é para minha sogra, pois ela também é uma mãezona para mim...
   Deus sempre olhou por mim, e por mais que tenha levado meus pais, me deu irmãos maravilhosos e um marido que eu não tenho nem palavras para expressar, e sei que eles estão orgulhosos por eu ser tudo que sou....
minha mãe, eu e minha irmã..

meu pai e eu...

meus pais com o meu sobrinho recém nascido...

Eu não tenho fotos melhores deles por que como eu disse eles realmente eram pessoas muito simples.....
E principalmente tenho que agradecer a minha irmã, pois ela fez de tudo por mim e pelo meu irmão, que inclusive é uma otima pessoa também, muito bem casado, e que sempre esforcou para estudar e se formar em engenharia...

BjoBjo




11 comentários:

Fabiana Tardochi postou o comentário número:

Menina, fiquei tão emocionada que não vou conseguir comentar. Estou aos prantos e meu filho caçula está do meu lado sem entender absolutamente nada! Que história linda! Bjs

Elza Carrara postou o comentário número:

Keilla,
Eu jamais imaginaria minha vida sem meus pais, por isso jamais saberei como você se sente, mas é muito bonito ver que apesar de poucas lembranças que você tem, elas são todas boas e amáveis. O melhor ainda foi você ter pessoas queridas em volta de você e cuidaram para que você seja a pessoa que você é hoje.
Parabéns de verdade :)
bjs.

Luli Alves postou o comentário número:

Oi keila !
Seu nome já esta na listinha de participantes , não esqueça de acompanhar o dia do sorteio das duplas.
Adorei a galinha de feltro que fez..!!
Bjinhs
Luli

Anônimo postou o comentário número:

Que bonita a sua história, principalmente a lembrança que vc tem da sua mãe...
Ainda bem que vcs são uma família unida né, muito legal sua irmã ter cuidado de vcs =)
Se cuida, fofa. Bjusss!

Juliana - cozinha da Magali

shi postou o comentário número:

pelas fotos da pra perceber que vc lembra muito a sua mãe. guarde-os no coração pra sempre e ame muito a sua querida irmã que é um exemplo de pessoa. parabéns por ter se tornado uma menina tão querida, educada e com valores...
se eu já gostava de você, agora passei a admira-la ainda mais!
tem coisas que a gente não explica e uma delas é o carinho que eu tenho por você... já conheci muita gente através da internet, recebo centenas de e-mails de pessoas que gostam do meu blog, mas confesso que tenho um carinho bem especial pela srta.

se cuida menina. e viva intensamente ao lado das pessoas que te amam.

bom fds

Anita postou o comentário número:

Keilla, vc é uma menina linda por fora e por dentro, sua história de vida é de emocionar.Eu precisava ter vindo aqui hj... pra conhecer vc melhor. Amei seu comentário e a designer que "baixou" lá em vc, rs. Gde bjo.

marcela postou o comentário número:

Estou lendo seu blog e me deparei c esse post da sua vida.Nossa q história emocionante,assim sendo tão nova e vc já passou por tudo isso,mas com certeza Deus te recompensou como vc msm disse c ótimas pessoas na sua vida.Sabe tenho aprendido mto nesse universo virtual,ás vezes reclamamos por tão pouco e vejo em suas fotos nenhum ressentimento em seu rosto pela q a vida lhe reservou e sim vejo ternura e bondade,enfim q história linda,bjs!

nanda e tiko postou o comentário número:

acompanho seu blog e axei muito legal ver outra pessoa que tbm se casou aos 18 anos como eu>. mas lendo esse seu post, vi q a vida não é dificil apenas para mim.
e dou graças a Deus pela vida da sua irmã q como vc mesmo mencionou te fez a mulher que é.
que Deus sempre possa estar te abençoando.
um bj

Monalisa Melo (Entre, a casa é minha ) postou o comentário número:

Oi Keila, eu jurava que já seguia vc guria, nossa não sei o que aconteceu, bom mas o que quero dizer é que li a sua historia e me emocionei demais. Seus pais foram pessoas maravilhosas e só plantaram o bem, criaram sua irmã com muito amor e carinho e como ela aprendeu direitinho repassou para vc e seu irmão é por isso que hj vc´s são assim muito unidos e felizes. Keila adoro seu blog viu. Beijinhos querida, e que Deus abençõe seu novo trabalho.

Nice postou o comentário número:

Olá, foi um tremendo prazer conhecer voce e um pouquinho de sua história, desejo que voce e seu marido e sua família sejam abençoados sempre, com muito amor, alegria e sabedoria. Este foi o melhor post que vi do dia, e olha que tava pesquisando outras coisas, mas aproveitando o ensejo...ficou lindo seu painel de madeiras de caixote de feira e as plannhas, seu jardim! Parabéns e que tenha uma ótima semana.

rose japan postou o comentário número:

Ahhh Keilla muita linda a historia de seus pais e a sua de se emocionar!!!

Tadinho do seu pai criou a sua irma e perdeu a primeira esposa e depois casou c a sua mae e perdeu de novo!!! Nossa ele deve ter sofrido ....tadinho...
Mas hj aonde ele esta nao existe mais choro e nem tristeza...so alegrias...e c certeza eles estao orgulhosos de vc sim...

Bjjjjj

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...